Tuberculose com novo tratamento

Num pesquisa recente que envolveu 200 pacientes na Tanzânia e em Bangladesh, inventou-se uma nova formula medicamentosa que alcançou resultados muito bons, conforme relatou Mel Spigelman, presidente da “TB Alliance”, na Conferência Internacional sobre AIDS, em Melbourne (Austrália).

A tuberculose é uma das principais doenças secundárias entre pacientes infectados com o HIV. Aproximadamente dois bilhões de pessoas são portadoras do patógeno, mas somente uma fração delas de fato desenvolve a doença. Mas a TB é a causa da morte de 20% dos pacientes com Aids.

A nova e revolucionaria formula chama-se PaMZ e inclui os medicamentos PA-824, moxifloxacina e pirazinamida. Esta combinação de medicamentos é capaz de reduzir a duração do tratamento de dois anos para quatro meses. Neste estudo, os custos diminuíram em 90% e a taxa de cura aumentou de 50% para 90%, como explicou Spigelman. Os pacientes com HIV toleraram muito bem as medicações.

Uma das principais causas do aumento do número de casos de Tuberculose (TB) no mundo é justamente a má aplicação de antibióticos ou a falta deles, por questões de financiamento que é o que ocorre com mais frequência em economias mais fragilizadas como também pelas poucas opções de tratamento existentes. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), nove milhões de pessoas sofriam de tuberculose no mundo em 2011, sendo 400 mil casos de tuberculose multi-resistente, a maioria em países com grandes populações como China, Rússia e Índia.

Comentários no Facebook

%d bloggers like this: