Naturopatia – o que é

 

 

A Naturopatia é uma Ciência Holística, cujos processos de tratamento se baseiam na aplicação de métodos e recursos 100% naturais com a finalidade de preservar ou recuperar a saúde e ajudar o corpo a eliminar as sobrecargas tóxicas curando-se a si mesmo e baseia-se em três princípios fundamentais:

A Força Vital; este principio diz-nos que o nosso organismo tem a capacidade de enfrentar e recuperar de uma determinada enfermidade, porque possui uma força vital curativa que potencia a homeostasia (tendência do organismo para se auto-equilibrar), ou seja, potencia a recuperação harmoniosa do corpo, tomando este como um todo e não como um conjunto de partes independentes entre si.

Os Sintomas da Doença; de uma forma simplista podemos dizer que constituem os sinais e a prova de que o processo curativo natural do corpo está em acção, são sinais da actuação da Força Vital, pelo que não devem ser suprimidos nos indivíduos saudáveis, o que não quer dizer que não devam ser monitorizados e acompanhados. Padecer de uma doença aguda como o sarampo ou uma constipação é normal num corpo saudável, doenças infantis como estas ou outras como a papeira e a varicela são necessárias para o desenvolvimento de um sistema imunitário forte no adulto. A gripe, por exemplo, não é mais do que uma forma saudável do corpo eliminar toxinas. As gripes e as constipações, se seguirem o seu curso normal, desde que acompanhadas, naturalmente, reduzem o risco de bronquite ou doenças degenerativas, como a artrite numa fase posterior da vida.

 

O Tratamento é Holístico e Natural; uma abordagem holística significa que a pessoa é vista como um todo, o que faz com que o clínico naturopata suporte toda a sua actividade na busca do equilíbrio da tríade composta pela estrutura do corpo, a sua bioquímica e as emoções. A saúde estrutural do corpo passa pelas posturas, pelo sistema músculo-esquelético, etc., todos sabemos que quaisquer desequilíbrios estruturais podem exercer um efeito devastador sobre o sistema nervoso e os restantes órgãos internos.

A saúde bioquímica já diz respeito aos efeitos do que comemos e bebemos. Já dizia o pai da Medicina
- Hipócrates – que o teu alimento seja o teu medicamento…, princípio este que continua a ser respeitado e aplicado pela Naturopatia Clássica, pelo que, na formação de um Naturopata, as disciplinas de Alimentação e Nutrição têm de ter uma especial importância. Uma alimentação deficiente ou desequilibrada, por um lado, não dá ao organismo e ao seu sistema de auto-cura o apoio que este necessita, como por outro lado, é, na maior parte das vezes lesivo, dados os elevados índices de toxicidade que se encontram em muitas das ofertas gastronómicas dos nossos dias.

Comentários no Facebook