Homens ativos têm 65% menos chances de sofrerem disfunção sexual.

A University Medical Center dos Estados Unidos, revelou um estudo, que homens que fazem mais exercício físico têm índices mais elevados no desempenho sexual do que os homens sedentários. Os 178 homens saudáveis, com idade média de 62 anos que participaram do estudo preencheram questionários que cobriam as seguintes seis áreas:

Capacidade de ter uma ereção

Capacidade de atingir o orgasmo

Qualidade da ereção

Frequência de ereção

Função sexual em geral

Problemas sexuais

Eles concluíram que os homens que eram ativos e caminhavam apenas 30 minutos por dia. Eram cerca de dois terços menos propensos a ter disfunção sexual do que os sedentários. 

Os homens também completaram um questionário que perguntava a frequência com que faziam exercício leve (como yoga), o exercício moderado (como caminhada rápida), ou exercícios vigorosos (como corrida), bem como a duração média de suas séries. Com base nessas respostas, 53% dos homens foram classificados como sedentários, 14% como ativos, 9% moderadamente ativos e 24% foram altamente ativos.

As respostas foram convertidas em uma pontuação numérica em uma escala de 0 a 100, em que valores mais altos correspondem a melhor função.

a) Os homens sedentários marcaram apenas 43 pontos.

b) A pontuação dos homens de função sexual média foi de 53 pontos.

c) Os moderadamente ativos marcaram 72 pontos.

d) Os altamente ativos, marcam acima 73 pontos.

Chegou-se a conclusão que o exercício pode aumentar o fluxo sanguíneo do pênis, facilitando a ereção. Além disso, podem fazer os homens se sentirem melhor sobre si mesmos e por sua vez, pode melhorar a aptidão sexual. Embora vários estudos tenham demonstrado que o exercício pode ajudar a melhorar a função sexual em homens obesos, poucos olharam a relação entre exercício e sexo em homens saudáveis, de acordo com os cientistas.

Comentários no Facebook

%d bloggers like this: