BAÇO (PI)

Em medicina tradicional chinesa, o termo zang-fu, refere-se as entidades anatômicas volumosas (grosseiras) dos órgãos internos. Ao mesmo tempo, representa a generalização das funções fisiológicas do corpo humano. O coração, fígado, baço, pulmão, rim e pericárdio, são conhecidos como os seis órgãos zang. Suas funções fisiológicas principais são manufaturar e estocar as substâncias essenciais, incluindo a essência vital (energia vital), sangue e líquidos corporais.

O intestino delgado, vesícula biliar, estômago, intestino grosso, bexiga e sanjiao são coletivamente conhecidos como os seis órgãos fu. Suas funções principais são receber e digerir alimentos, absorver substâncias nutritivas, transmitir e excretar detritos. Existem adicionalmente, órgãos fu extraordinários, entre os quais o cérebro e o útero.

Os órgãos zang são funcionalmente diferentes dos fu, mas a diferença é apenas relativa. Nas atividades fisiológicas, conexões estruturais e funcionais, bem como coordenação, existem não apenas entre os órgãos zang e fu como entidades separadas, mas também entre os órgãos zang e fu coletivamente e, também, entre os órgãos zang e fu de um lado e os cinco órgãos dos sentidos e os cinco tecidos por outro lado. A teoria dos zang-fu, tomando-se os cinco órgãos zang (seis incluindo o pericárdio), explica amplamente as peculiaridades da medicina chinesa, isto é, o conceito de olhar o corpo como uma unidade integral, fisiológica e patologicamente.

 PI   BAÇO  

I – GENERALIDADES

O baço está situado no jiao médio. Corresponde à fase terra (tu) e seu canal faz conexão com o canal do estômago, com o qual faz relação interior – exterior. Enquanto os rins são fundamentos das energias congênitas; o baço é considerado o “alicerce do céu posterior” ou seja, das energias adquiridas.

II – FUNÇÕES

Suas funções principais são:

1) Comanda a transformação e transporte

2) Comanda os músculos e os membros;

3) Governa o sangue;

4) Sustenta os órgãos;

5) Abre-se na boca e se manifesta nos lábios.

1) O Baço comanda a TRANSFORMAÇÃO E TRANSPORTE

Transformação corresponde a digestão e a separação (absorção) dos alimentos sólidos e líquidos em funções relativamente puras e impuras, enquanto que o transporte implica em transmissão condução.

A fração impura dos alimentos passa do estômago para o intestino grosso, o intestino delgado e bexiga para absorção e excreção. A fração pura absorvida pelas vísceras são por elas e pelo baço, principalmente baço e estômago, transformadas em substância nutriente, isto é, guqi. Esta é ascendida pelo baço ao peito, onde sob ação do pulmão combina-se com a energia pura proveniente do ar (qingqi) para formar as substâncias puras qi xue e jinye.

A função de transformação transporte do baço também realiza o processamento dos alimentos líquidos jinye nas frações pura e impura. A fração pura é separada pela sanjiao, jin, parte mais leve, dinâmica, yang e o ye, parte mais densa substancial yin. O baço ascende o jin ao pulmão, de onde vai aquecer, umidecer e nutrir os músculos, pele e pelos (juntamente com o We qi).

O Ye, a parte mais densa, substancial, yin, é distribuída de forma semelhante ao ying qi, para umedecer e nutrir os zang fu, canais articulações, ossos e orifícios somáticos. Além de participar do metabolismo (transformação) dos líquidos, o baço tem a responsabilidade de transportá-los a todos os tecidos do corpo. Esse transporte ainda umedece os tecidos, os quais são ainda liberados do excesso de umidade, a qual é transportada de volta.

Se o baço fracassar em sua função de transporte e transformação dos alimentos, haverá distúrbios na digestão e nutrição com manifestação como anorexia, distensão abdominal, diarréia pastosa, lassitude, emagrecimento e desnutrição. Se fracassar na transformação e transporte dos líquidos poderá gerar retenção de líquidos com manifestações de edema, diarréia e fleumas.

O processamento dos alimentos se interrelaciona com os dos líquidos, por isso muitas vezes os dois grupos acima de manifestações ocorrem concomitantemente.

2) O BAÇO COMANDA OS MÚSCULOS E OS MEMBROS

As questões simples cap. 44 – diz: “O baço está envolvido na alteração dos músculos”. Se a função do baço de transformação e transporte apresenta bom desempenho aos músculos (carnes), os quatro membros terão adequadamente transmitidas a nutrição e o umedecimento. Desta forma estes se apresentarão com apropriado volume, força, resistência e aquecimento. Quando a deficiência do baço afeta sua função de transporte os músculos não são suficientemente supridos de nutrição e tornam-se fracos em seu tônus, isto é, frouxos e magros, podendo definharem e até mesmo atrofiarem, os membros tornam-se fracos e frios e o corpo letárgico.

3) O BAÇO GOVERNA O SANGUE

Além de contribuir na formação do sangue, o baço também o influencia. O baço governa o sangue, ou seja, o baço tem a função de mante-lo dentro de seu próprio caminho (os vasos) evitando sua extravasão. Quando o qi do baço está deficiente, particularmente o baço yang, sua função de manter, limitar o sangue dentro dos vasos poderá não ser bem sucedida, e nesse caso o sangue vazará, diversas espécies de hemorragias poderão ocorrer, como hematuria, enterorragia, petequiase, menorragia, etc.

4)     O BAÇO SUSTENTA OS ÓRGÃOS

Enquanto o qi do estômago descende-o, qi do baço caracteriza-se pela ascensão. A função de transformação e transporte depende da fisiológica ascensão do qi do baço. O qi do baço, particularmente do baço yang, contribui na sustentação dos órgãos internos, marcadamente o estômago e aqueles situados no jiao inferior, como intestinos, reto, útero, bexiga e rins.

Quando o baço yang está deficiente, o qi não ascende ou então toma o sentido inverso, isto é, afunda. Manifestação como vertigem, visão confusa, diarréia crônica seguida de prolapso do reto ou ptose de vários órgãos, poderão ocorrer.

5)     O BAÇO ABRE-SE NA BOCA E SE MANIFESTA NOS LÁBIOS

A entrada de alimentos e o sentido da gustação estão proximamente relacionados com a função do baço de transporte e transformação. Se o qi do baço é abundante, haverá bom apetite, a boca distingue bem os cinco sabores e os lábios são bem supridos de qi, xue e jinye, ou seja serão vermelhos e úmidos.

Quando ocorre deficiência do qi do baço, a percepção dos sabores fica prejudicada, a boca fica pegajosa ou com sensação de sabor adocicado devido a acúmulo de umidade no baço ou então lábios amarelados, pálidos, e secos se houver carência de qi e sangue devido ao fracasso na função de transporte e transformação. Caso haja calor no baço e estômago, poderá ocorrer secura, rachaduras ou feridas nos lábios.

Comentários no Facebook

%d bloggers like this: