É perfeitamente normal ocorrer um pouco de espuma no sanitário quando urinamos devido ao turbilhonamento do jato de urina na água.

Contudo, se notar uma mudança no padrão da espuma da urina, principalmente se houver aumento na quantidade e no tempo que ela leva para desaparecer, isso pode indicar doença dos rins.

O aumento da espuma costuma surgir quando há perda de proteínas na urina, uma alteração chamada de proteinúria.

A proteinuria é um sinal de doença renal e costuma surgir nas seguintes doenças:

 

– Diabetes Mellitus

– Lúpus (leia:

– Doenças do glomérulo

– AIDS

– Eclâmpsia

– Obesidade

– Hipertensão arterial

– Mieloma múltiplo

 

 

Nos casos de hematúria, nome que damos à presença de sangue na urina, seja ela visível a olho nu ou apenas detectável em análises de urina.

A presença de sangue visível na urina recebe o nome de hematúria macroscópica. Urinar sangue costuma assustar os pacientes, pois é senso comum que este é um sinal de que há algo errado nas vias urinárias.

Dificilmente uma pessoa com sangue na urina não toma a iniciativa de procurar atendimento médico.

O grande problema é quando a perda de sangue é imperceptível. A hematúria microscópica é aquela que só é identificada através de exames de urina. Este tipo de sangramento na urina pode passar despercebido por anos, já que não é detectável a olho nu.

A presença de sangue na urina, seja visível ou não, pode ser causada por várias doenças, entre elas:

 

– Câncer renal.

– Câncer de bexiga.

– Câncer de próstata

– Cálculo renal

– Infecção urinária

– Hiperplasia benigna da próstata

– Doenças do glomérulo

– Anemia falciforme.

– Doença policística renal

– Trauma renal.

– Medicamentos.

– Tuberculose urinária

– Esforço físico.

– Excesso de cálcio na urina.

– Endometriose

– Entre outros

Comentários no Facebook