Um adolescente norte-americano desenvolveu uma tecnologia destinada a proteger quem sofre de Alzheimer.

 

Trata-se de um sistema de pressão que pode ser colocado no calcanhar dos pacientes e que é ativado quando estes se levantam da cama sozinhos durante a noite, alertando os cuidadores através dos seus ‘smartphones’.
A ideia de Kenneth Shinozuka, de 15 anos, natural de Nova Iorque e um dos concorrentes da edição de 2014 da ‘Google Science Fair’, feira de ciência organizada anualmente pela multinacional, foi inspirada na história do seu avô, um dos 5,2 milhões de pacientes com Alzheimer nos EUA.
Segundo Kenneth, “assim que as pessoas colocam o pé no chão, o sensor colocado no calcanhar deteta imediatamente a pressão causada pelo peso do corpo e desencadeia um alerta audível que é enviado para um ‘smartphone’.
Atualmente, Kenneth Shinokuza está a testar a tecnologia em lares e instituições que prestam cuidados a idosos e assegura que, em última instância, o seu objetivo é “unir a engenharia e a neurociência através da invenção de uma solução que explore os mistérios do cérebro e permita encontrar uma cura para o Alzheimer”.
Kenneth Shinokuza explica em video sua tecnologia.
https://www.youtube.com/watch?v=yr02sY-vcG0

Comentários no Facebook